La educación en España durante la transición a la democracia. Dialéctica de la modernización escolar (1975-1982)

  1. NETO DE OLIVEIRA, LUCIA MARIA
Supervised by:
  1. Faustino Mollinedo Director
  2. Leoncio Vega Gil Director

Defence university: Universidad de Salamanca

Fecha de defensa: 24 July 2007

Committee:
  1. Gerardo Prieto Adánez Chair
  2. Juan Carlos Hernández Beltrán Secretary
  3. Alfonso Navarro Jurado Committee member
  4. Modesto Sierra Vázquez Committee member
  5. Armando Sousa Noguiera Committee member
Department:
  1. TEORÍA E HISTORIA DE LA EDUCACIÓN

Type: Thesis

Teseo: 292717 DIALNET

Abstract

A matemática desempenha um papel fundamental na escolandade e na formaçáo futura dos alunos, peto que o seu desempenho é visto pelos cidad~os como urna medida do grau de desenvolvimento de um país. O estudo do ensino e da titeracia matemática dos atunos portugueses é extremamente proeminente, para todos os intervenientes do processo de ensino- aprendizagem. Nas últimas décadas foram desenvolvidos múltiplos esforços para melhorar o ensino da Matemática. Contudo, estudos efectuados indicam que o nivel de literacia dos alunos portugueses é bastante inferior á média apresentada pelos alunos da OCDE - estudo PISA. É importante reftectir sobre os resultados e detectar os problemas do ensino e da aprendizagem da Matemática. Em relaçao ao processo de ensino-aprendizagem várias pesquisas revelam que o rendimento escolar nao é unicamente determinado pelas capacidades cognitivas dos alunos, existem factores como - o autoconceito na matemática - que enquanto parte ntegrante da personalidade influencia o comportarnento do individuo de diversas formas. Neste sentido o presente estudo pretende estudar e compreender a relaçáo entre o autoconceito, as práticas lectivas implementadas pelo professor e o rendimento escolar, na disciplina de Matemática. A relevancia científica deste estudo resulta de que apesar de existirem numerosos trabalhos realizados no dominio do autoconceito, a investigaçáo existente é diminuta quando se refere especificamente ao autoconceito na Matemática e a influéncia de algumas variáveis sobre o rendimento do aluno. Pretende-se que os possíveis resultados desta pesquisa sejam um instrumento de reflexáo para os professores de Matemática, possibihtando trazer á consciéncia a necessidade de urna mudança de postura e de acçáo, que possam resultar nurna significativa meihona na aquisiçáo do conhecimento rnatemático. O ensino da Matemática deverá ser suficientemente estimulante e compensador para que os alunos desejem continuar a usar a Matemática ao longo da vida.